SABORES PERFEITOS – PROGRAMAS DE GASTRONOMIA

Atualmente, muitas são as opções de programas criados para estimular os dotes culinários camuflados. Com uma produção caprichada, Gastronomismo exerce bem esse papel

Texto: Redação
Imagens: Divulgação

Cozinhar é uma arte e, atualmente, são muitas as pessoas que se aventuram no fogão para exibir seus dotes culinários e que se esmeram em fazer pratos deliciosos e criativos. Uma evidência que a gastronomia está em alta no país é a elevada procura por cursos superiores ligados à área e os muitos programas sobre culinária que pipocam na TV. Aliás, não é somente nas emissoras que vemos esse fenômeno acontecer: a Internet está repleta de sites que oferecem receitas e ensinam a fazer uma refeição apetitosa.

Disponível no YouTube, Gastronomismo nasceu (em janeiro de 2011), justamente, da vontade de informar e inspirar a elaboração de uma “comidinha” especial. Com isso, as receitas exibidas são fáceis de preparar e superapetitosas, já que o prazer de cozinhar é o principal tempero do programa. Desde que surgiu, o Gastronomismo cresceu e se tornou um canal especialista neste universo. Hoje, os episódios têm influências de filmes, músicas, lugares ou memórias, o que permitiu parcerias com marcas como: Tramontina, Electrolux, Hellmann´s, GNT, O Boticário e Meu Móvel de Madeira.

A MPQuatro, especializada em conteúdo e estratégia para o YouTube, firmou parceria para produzir 52 programas com foco nas diversas tendências culinárias. É apresentado pela expert Isadora Becker, que vem de uma família de cozinheiros amadores e que conviveu com o amor em preparar os alimentos. Ainda, durante o curso de Letras, Isadora resolveu mudar de carreira e logo percebeu que o seu interesse em ensinar sobre a arte de cozinhar era cada vez mais forte. Então, trocou de faculdade para se especializar em Gastronomia, trabalhou e aprendeu em grandes restaurantes. Nesse mesmo período, o projeto do Gastronomismo começou a tomar forma. Hoje o canal possui mais de 70 mil inscritos e mais de 4 milhões de visualizações.

O início
Para chegar ao modelo atual, o conceito de Gastronomismo foi sendo definido com o passar do tempo. “Começamos a fazer os vídeos sem nenhuma experiência com audiovisual, só com a idéia de passar receitas de maneira simples. Minha intenção, desde o princípio, foi ensinar as pessoas que não é preciso ser um grande chef para cozinhar bem. O que vale é querer comer bem! As receitas se propõem a serem simples no preparo, mas sofisticadas no sabor”, conta Isadora Becker.

Desde a ideia inicial do programa até gravar o primeiro piloto, foram apenas poucas semanas. A equipe era formada por três pessoas: Isadora, um diretor e uma assistente. “Os primeiros vídeos foram publicados em janeiro de 2011 – desde então, o programa foi tomando forma e conquistando seu público. Com o passar do tempo as demandas ficaram pesadas demais para uma equipe tão pequena”, relembra Isadora. “Então, no início de 2015, firmamos uma parceria com a produtora MPQuatro e, atualmente, a equipe conta com três pessoas em set de gravação, dois editores, uma produtora de conteúdo e dois coordenadores responsáveis pela parte comercial”.

As novas temporadas do Gastronomismo são produzidas na cozinha da casa de Isadora. “Estamos muito otimistas com a confiança que Isadora está dando à MPQuatro e é uma grande responsabilidade cuidar do Gastronomismo. Por ser um canal de alta qualidade e com público sólido, estamos mantendo o trabalho que vinha sendo feito, mas acrescentando algumas formas mais criativas e inovadoras de produção. Nosso principal foco é o público antenado e conectado na Internet. Até o final do ano, queremos atingir a média de 100 mil inscritos”, prevê Greta, CEO da MPQuatro.

Produção afinada
“São quatro anos de Gastronomismo e o que quero é me aproximar cada vez mais do público. Então, vamos retornar com conteúdos inéditos e assinados por mim. Estou bem otimista com o que vamos desenvolver ao lado da MPQuatro. Já conheço o trabalho da equipe e sei da seriedade e qualidade com as quais desenvolvem outros projetos”, diz Becker.

O programa é gravado com duas câmeras Cannon (modelo 6D), uma lente 24-70mm F/2.8 e outra 50mm F/1.4. Além disso, usamos uma tocha Mako de 650W e, para o audio, um gravador Zoom H4N com um microfone direcional. A estética de fotografia do Gastronomismo é muito clean e harmoniosa, para que os ingredientes de cada receita sejam os verdadeiros protagonistas dos vídeos. Cada take é idealizado para aproximar quem assiste ao programa desde a preparação até o resultado final das receitas.

Para abrir o apetite dos espectadores é utilizada uma técnica de fotografia chamada freelens, em que a lente é desencaixada da câmera. O recurso proporciona um tom etéreo e romântico às cenas, adicionando detalhes precisos que ativam os sentidos do paladar. Já na pós-produção, a edição do programa leva cerca de dois dias e a trilha sonora é escolhida pela própria Isadora.

De vento em popa
“O Gastronomismo trabalha com grandes marcas e também estamos produzindo vídeos para o canal Tastemade Brasil, com a mais nova temporada de Comida de Série, também no YouTube. Acredito que nossos desafios acontecem a cada set de gravação, pois o volume das demandas é intenso e exige muita responsabilidade e organização”, completa Isadora Becker.

Atualmente, o Gastronomismo é um canal consolidado em audiência, conteúdo e qualidade de imagem. E está aberto a todas as oportunidades que levem as pessoas a se apaixonarem pela cozinha. Bom apetite!

Veja Também

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here