“NISE – O CORAÇÃO DA LOUCURA”

Sobre a cura pela arte, filme traz Glória Pires como protagonista e estreia em 21 de abril

Texto: Redação
Imagens: Divulgação

“Eu não acredito na cura pela violência. Eu não sou capaz de fazer aquilo” – é com essa frase dita por Nise da Silveira após assistir a uma sessão de eletrochoque em um dos pacientes do Hospital Psiquiátrico Pedro II, no Rio de Janeiro, que ela vê sua vida e carreira mudar.

Em uma época em que eletrochoque e agressividade eram as formas de tratamento para pacientes psiquiátricos, a doutora Nise da Silveira quebra paradigmas ao utilizar pincéis, telas e liberdade como alternativa para a cura. O longa, dirigido por Roberto Berliner, retrata o início do trabalho da doutora com seus “clientes” através da arte e do afeto e toda a sua luta para ter seu método reconhecido.  O filme estreia nos cinemas nacionais em 21 de abril.

O filme, protagonizado por Gloria Pires, explora a revolução realizada por Nise que reflete pelo resto do país e dá fim a tratamentos violentos e destrutivos, como a lobotomia e o eletrochoque. A doutora foi pioneira no uso da terapia ocupacional através de um ateliê de pintura e um tratamento baseado no afeto e no convívio com animais domésticos, métodos que são referência até hoje.

Filmado no período de dois meses no Instituto Nise da Silveira no Engenho de Dentro, local onde ficava o Hospital Psiquiátrico Pedro II, “Nise – O Coração da Loucura” já recebeu diversos prêmios, incluindo ‘Melhor Filme’ e ‘Melhor Atriz’ pelo Júri Oficial do Festival de Tóquio 2015, e ‘Melhor Filme’ pelo Júri Popular do Festival do Rio 2015.

Juntamente com Glória Pires, integram o elenco Simone Mazzer, Julio Adrião, Claudio Jaborandy, Fabrício Boliveira e Roney Villela.

Veja Também

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here