O CAMINHO DAS PEDRAS

Passo a passo

Um projeto bem-sucedido passa pelas muitas etapas da pré-produção audiovisual, que merecem toda a atenção do realizador

Por João Luís H. Boldrini

O planejamento é importante em todos os aspectos da vida – e em uma produção audiovisual não é diferente. Aliás, muito pelo contrário: é imprescindível e todas as etapas do processo são muito definidas, com profissionais que se especializam em cada uma. Muitas vezes, porém, algumas dessas etapas são negligenciadas e podem causar um grande transtorno à produção. Tomaremos como base a produção de um filme de animação, mas a importância seria a mesma em qualquer outro produto: seriado, publicidade, abertura de programa, cinematic para game, etc.

Já que a produção e a pós-produção são as etapas mais caras na execução de um projeto deste tipo, tentaremos minimizar ao máximo estes gastos e pensar nas melhores maneiras de execução, através do estudo minucioso de cada uma das etapas a seguir:

Ideia: a primeira etapa para o início de uma produção é saber o que você quer produzir. Parece meio óbvio, mas, tendo em mente o objetivo final, é muito mais fácil traçar o caminho para se chegar até ele.

Distribuição: com esse objetivo em mente, pode-se identificar onde e como o produto será veiculado – se é para TV, YouTube, cinema etc. Se ele será 360º, 4K, 2K ou outro formato qualquer. Com isso, você pode planejar os formatos de tela que serão necessários para a finalização do projeto e já será capaz de iniciar o roteiro a partir destes formatos.

Público: da mesma forma, você deve considerar para quem está destinado o seu projeto e como ele poderá ser afetado, tomando os cuidados necessários no roteiro para que este público seja atendido.

Cronograma: definição dos prazos para cada etapa, bem como os recursos humanos, de equipamentos e ferramentas necessárias para cada etapa da produção.

Roteiro: inicia-se, então, a criação da história, descrevendo-se todas as cenas, diálogos, localizações e sentimentos que deverão estar no audiovisual.

Storyboard: com o roteiro em mãos, inicia-se o planejamento de câmeras, com desenhos de cada cena e de cada ação, para que se possa ter uma ideia geral do filme.

Animatic2D: colocamos este storyboard em um programa de edição de filme para termos uma noção geral do tempo que será dispendido em cada cena. Estas três etapas são bastante modificadas, para se adaptar melhor cada cena e tirar o melhor proveito delas.

Som: em algumas produções de animação, grava-se uma “voz guia” com os atores – algumas vezes, até a voz final. Com esta base, pode-se aproveitar melhor a atuação para as próximas etapas, inclusive dando uma base das características dos personagens e do estilo de animação que terão.

Direção de arte: é o estilo visual do filme, trabalhando os elementos de cores, modelos, cenários e personagens, para que estes tenham um mesmo padrão e ajudem a contar melhor a história.

Concept: desenho de cada personagem e cenários, com finalização inclusive de cores e proporções.

Animatic 3D: uma versão muito simples dos cenários e personagens é produzida em um programa de animação 3D e as cenas são pré-animadas em um estilo muito básico. Este artifício oferece uma visão ainda melhor do filme como um todo.

Sonorização: criação dos estilos de trilha sonora e efeitos de som.

Lembrando que todas estas etapas, muitas vezes, precisam ser revistas em paralelo, alterando-se do roteiro ao Animatic 3D. Mas, passando-se por todas estas fases com carinho e dedicação, o filme produzido será muito mais bem acabado.

Veja Também

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here