NEGÓCIO DA CHINA

Associação Brasileira de Televisão Universitária e Governo Chinês assinam acordo que fortalecerá a produção local

Por Guilherme Bomfim Foto Divulgação

Recentemente, a ABTU (Associação Brasileira de Televisão Universitária), juntamente com o governo chinês, assinou um método de intercâmbio de produções e conteúdo entre os países.  O acordo vem sendo articulado desde 2016 pela diretora de relações institucionais da ABTU, Neuza Meller, com a Embaixada da China em Brasília.

Em um primeiro momento as TVs Universitárias receberão documentários e outros tipos de produtos audiovisuais produzidos na China, os quais serão encaixados na programação atual de cada emissora. A iniciativa visa aumentar o número de conteúdo fora do circuito comum e levar as produções nacionais para mercados diferentes.

 

INTERCÂMBIO

“Esse é o começo de uma relação internacional que pode colaborar para que as TVs Universitárias brasileiras tenham reconhecimento fora do circuito convencional do mercado audiovisual, além de permitir que novas produções sejam realizadas juntos com a China”, afirma o presidente da ABTU, Fernando Moreira.

Saiba mais sobre a proposta e como isso irá influenciar na parte técnica, acessando aqui!

Veja Também

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here