A segunda edição do SAPPI começa amanhã, terça-feira, e irá levantar as discussões do cenário audiovisual no Centro-Oeste

Começando amanhã, 01 de agosto, e indo até o fim de semana, a segunda edição do SAPPI (Seminário Audiovisual de Produtoras & Produtores Independentes), acontece em Goiânia e leva para o Centro-Oeste a discussão sobre o mercado audiovisual brasileiro. Dentro da programação acontecerão mesas de debates, encontros, lançamento cinematográfico e uma vivência de todo o Centro-Oeste relacionado à produção audiovisual nacional.

Realizado no Cinema Lumière Bougainville, nomes como Jorge Gonçalves, diretor de negócios na Vitrine Filmes, Marina Pompeu, analista de projetos e conteúdos do Canal Brasil, e Letícia Godinho, da Agência Nacional de Cinema (Ancine), estarão em Goiânia para promover um intercâmbio cultural. Na cerimônia de abertura, será lançado pela primeira vez no Brasil o filme “Como Funcionam quase todas as Coisas”, do diretor argentino Fernando Salem, que ficou 13 meses em cartaz em Buenos Aires. A produção conta a história de Celina, uma jovem que trabalha em um pedágio em uma remota estrada no deserto. Quando seu pai morre, ela decide viajar em busca de questões determinantes de sua identidade familiar.

Dentro da programação do SAPPI, haverá também uma mesa de debate com a produtora do filme, Paula Massa, e os participantes poderão acompanhar a trajetória de sucesso da obra, desde a produção até a distribuição e comercialização. Já ao longo da semana acontecerão as rodadas de negócio. Durante o último mês, o projeto recebeu o total de 105 inscritos, entre 61 projetos de Goiás, 14 do Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, e 30 do Distrito Federal.

O evento é realizado com recursos do Fundo de Arte e Cultura de Goiás e conta com importantes parceiros como os Cinemas Lumière,  BRAVI e a Revista ]Janela[. Mais informações e inscrição: www.sappi.panaceiafilmes.com.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here