TRABALHANDO COM CELEBRIDADES

Quando alguém famoso contrata os seus serviços, o mais indicado é esquecer o status de “mito” e tratá-lo como mais um cliente

Por Reynaldo Cavalcanti

Fotos Shutterstock

Desde a minha primeira coluna em Zoom Magazine, bato nesta tecla: corra atrás dos seus sonhos com investimento e profissionalismo! Se isto funcionou para a minha empresa, que é familiar, também deverá funcionar para a sua! Também é importante, sempre, estar em busca de inovação e de algo diferenciado para o seu negócio e para os seus clientes.

Lembro que a primeira celebridade que fotografamos, ainda na época do meu pai, foi Kadu Moliterno, que já era um famoso ator da TV Globo, na ocasião. Mesmo naquela época, já estávamos em busca de novidades. Também me lembro do meu primeiro casamento de celebridade: foi o de Patrícia Abravanel, filha de Silvio Santos. Ela tinha uma emissora inteira à sua disposição, com fotógrafos e cinegrafias, mas nos escolheu para registrar aquele grande dia. O que foi motivo de muito orgulho para todos nós.

Nada de fanatismo!

Alguns pontos devem ser levados em conta quando falamos sobre casamentos de celebridades. Um deles é a forma de tratamento. Obviamente, antes de ficar frente a frente com o artista, ao menos três assessores (e alguns advogados) entrarão em contato com você. Passada essa etapa, é importante frisar que eles são clientes como quaisquer outros e devem ser tratados como tal. É preciso tirar a figura de “ídolo” da mente e focar na ideia de que, naquele momento, eles são apenas mais um casal de noivos. Eles gostam muito desse tratamento “convencional”. Creio que esta seja uma boa dica para quem pretende trabalhar com celebridades: nada de fanatismo!

Outro detalhe importante diz respeito à apresentação. Se, em um casamento de pessoas não famosas, você e a equipe de fotógrafos e cinegrafistas já estão visualmente preparados para um evento social desse porte, tal cuidado deve ser redobrado quando falamos em artistas. Eles são muito preocupados com a imagem. E é importante que nos preocupemos com isso, também. Refiro-me à vestimenta, ao comportamento e ao olhar apurado para o registro dos momentos.

Acompanhe a matéria completa da edição 190 da revista Zoom Magazine, clicando aqui!