Professora e ex-alunos da Panamericana abraçam o projeto FotoSíntese, focado em dar mais visibilidade às comunidades ribeirinhas 

Da redação

Há 11 meses, Claudia Chedid, professora de fotografia da Panamericana Escola de Arte e Design, e a sua equipe (parte dela composta por ex-alunos de fotografia da Escola) – Camila Tremonte, Claudio Galarraga, Flávia Chammas, Gabriela Tremonte, Guillermo Zetek, Mariana Fagundes e Veridiana Vieira – se juntaram em uma viagem a duas comunidades localizadas no Rio Arapinus (margem esquerda do rio Tapajós), Coroca e Urucureá (PA). O objetivo? Levar às comunidades ribeirinhas o poder da fotografia e da arte.

Segundo Claudia, durante a estadia o grupo realizou oficinas fotográficas com alunos e crianças com o objetivo de saudar a memória do local, visto que era uma necessidade da comunidade. “Deixamos uma câmera fotográfica para cada comunidade com um legado de registrarem suas rotinas, colocando uma questão para o grupo: ‘como o outro me vê, como eu me vejo e qual é a história que eu quero que seja contada”.

13330911_269891290031997_7393021428044883440_n

Na segunda expedição, realizada em agosto deste ano, o grupo projetou e discutiu sobre as imagens produzidas pelos moradores da comunidade. “Levamos produções de fotógrafos-moradores que retratam suas rotinas, cidades e andanças, desde os clássicos até os contemporâneos”, complementa.

O FotoSíntese, que tem patrocínio da Sandisk e BOA Produtos Naturais, projeta ações mais amplas como uma exposição dessas imagens, assim como vídeos com entrevistas produzidas na segunda viagem e um Fotolivro. Para arrecadar fundos, contam com uma campanha de financiamento coletivo e com a venda de ímãs de geladeira com as imagens captadas no projeto.

Para ajudar com uma doação, ente no site.

Saiba mais sobre o projeto em: http://foto-sintese.com

Veja Também