Mostra Robert de Niro no CCBB Rio de Janeiro – última semana

0
Robert de Niro em 'O Franco Atirador' (1978)

Em sua última semana, a mostra DE NIRO apresenta no cinema do CCBB Rio de Janeiro, até terça-feira, 15 de julho, uma sequência de clássicos imperdíveis. E, ainda por cima, com ingresso a apenas R$ 5 (meia entrada para todos).

Na quarta, às 13h, tem o jovem Robert De Niro no filme de arte europeu 1900 (1976), do italiano Bernardo Bertolucci, que também conta com Gérard Depardieu no elenco.

Na quinta-feira dois cults – Jackie Brown(1977), de Quentin Tarantino, às 15h, e, às 19h, Fogo contra Fogo (1995), de Michael Mann.

Jackie Brown

O Franco Atirador (1978), de Michael Cimino, Oscar de Melhor Filme e de Melhor Direção, tem sessão na sexta, às 14h30.

Sábado e domingo, vale a pensa passar a tarde e começo da noite no cinema do CCBB para (re)ver as obras-primas Os Intocáveis(1987), de Brian De Palma,  Era Uma Vez na América (1984), de Sergio Leone, e os dois filmes que deram a Robert De Niro seus prêmios Oscar de Melhor Ator Coadjuvante (O Poderoso Chefão – Parte 2, de Francis Ford Coppola) e de Melhor Ator (Touro Indomável, de Martin Scorsese).

E, no último dia da mostra, segunda, tem O Bom Pastor(2006), segundo filme de Robert De Niro como diretor.

A mostra DE NIRO vem exibindo no CCBB Rio de Janeiro, desde 26 de junho, uma seleção incrível de 18 títulos estrelados por Robert De Niro. Um dos melhores, mais respeitados e admirados atores contemporâneos, De Niro trabalhou com os mais importantes diretores de sua geração e conquistou inúmeros prêmios em 50 anos de carreira. O projeto é patrocinado pelo Banco do Brasil.

“Assim como Greta Garbo foi o símbolo dos anos 1930 e Marlon Brando e James Dean, o da rebeldia dos anos 1950, Robert De Niro é a grande marca da renovação pela qual o cinema americano passou a partir da segunda metade anos 1960, na chamada Nova Hollywood. Formado nas renomadas escolas de atuação moderna de Stella Adler e do Actors Studio de Lee Strasberg, De Niro faria papéis que exigiriam uma performance mais física, marcada e de alta intensidade, e outros que pediam registros mais introspectivos. Além de camaleônico e enquadrando-se em diferentes projetos de cinema, seu grande diferencial foi o de trabalhar com a fina flor do cinema, seja com diretores como Martin Scorsese, Bernardo Bertolucci, Brian De Palma, Sergio Leone e Quentin Tarantino, seja com atrizes como Meryl Streep e Jane Fonda ou atores como Al Pacino e Samuel L. Jackson. Por decorrência, isso faz de Robert De Niro uma fatura estética nas mais importantes experiências cinematográficas dos últimos 50 anos”, comenta o curador Paulo Santos Lima.

SOBRE O CCBB 

Inaugurado em 12 de outubro de 1989, o Centro Cultural Banco do Brasil celebra 30 anos de atuação com mais de 50 milhões de visitas. Instalado em um edifício histórico, projetado pelo arquiteto do Império, Francisco Joaquim Bethencourt da Silva, o CCBB é um marco da revitalização do centro histórico da cidade e mantém uma programação plural, regular, acessível e de qualidade. Mais de três mil projetos já foram oferecidos ao público nas áreas de artes visuais, cinema, teatro, dança, música e pensamento. Desde 2011, o CCBB incluiu o Brasil no ranking anual do jornal britânico The Art Newspaper, projetando o Rio entre as cidades com as mostras de arte mais visitadas do mundo. Agente fomentador da arte e da cultura brasileira, segue em compromisso permanente com a formação de plateias, incentivando o público a prestigiar o novo e promovendo, também, nomes da arte mundial. 

PROGRAMAÇÃO – CCBB RIO DE JANEIRO – última semana

10/07 – quarta

13h – “1900”. “Novecento”. De Bernardo Bertolucci. (Itália/França/Alemanha,1976). 317 min. 18 anos. Com Robert De Niro, Gérard Depardieu, Dominique Sanda, Francesca Bertini.

Alfredo (De Niro) e Olmo (Gérard Depardieu) são dois amigos de infância que, por conta de suas origens sociais diferentes, tornam-se inimigos quando adultos, no conturbado cenário político da Itália do início do século 20, que pôs em confronto as lutas trabalhistas e o fascismo. Versão integral do filme, conforme o pretendido pelo diretor.

19h – Machete”. De Robert Rodriguez e Ethan Maniquis(EUA, 2010). 105 min. 18 anos. Com Danny Trejo, Jessica Alba, Michelle Rodriguez, Robert De Niro.

Machete (Danny Trejo) é um ex-agente federal que agora é imigrante ilegal nos EUA, após ter sua família assassinada por um poderoso narcotraficante no México. Ele é contratado para assassinar um senador do Texas (Robert De Niro) cujo programa de governo é segregar mexicanos e construir um muro na fronteira. A missão, contudo, é uma armadilha, mas agora Machete quer vingança e mobilizará o povo mexicano. 

11/07 – quinta 

15h – Jackie Brown”. De Quentin Tarantino (EUA, (1997). 154 min. 14 anos. Com Pam Grier, Robert Forster, Samuel L. Jackson, Robert De Niro.

Jackie Brown (Pam Grier) é uma comissária de bordo que contrabandeia dinheiro do México para os Estados Unidos, a mando de Ordell Robbie (Samuel L. Jackson), um traficante de armas. Dois policiais oferecem um acordo para que Jackie entregue o bandido, o que lhe dá a ideia de ficar com o dinheiro e escapar de todos. 

18h – “Fogo contra Fogo”. “Heat”.  De Michael Mann (EUA,1995). 170 min. 14 anos. Com Al Pacino, Robert De Niro, Val Kilmer, Jon Voight.

Vincent Hanna (Al Pacino) é um obstinado policial que coloca o trabalho acima de tudo. Neil McCauley (Robert De Niro) é um fora-da-lei igualmente profissional que pretende fazer seu último grande roubo a fim de se aposentar. Sendo os melhores no que fazem, ocorre logo uma mútua identificação entre esses dois homens solitários. Na caçada, Vincent verá seu casamento ruir ao passo que Neil começará um forte romance. 

12/07 – sexta 

14h30 – “O Franco Atirador”. “The Deer Hunter”. De Michael Cimino (EUA, 1978). 183 min. 18 anos. Com Robert De Niro, Christopher Walken, Meryl Streep, John Savage.

Operários de fábrica numa pequena cidade na Pensilvânia, os amigos Michael (Robert De Niro), Steven (John Savage) e Nick (Christopher Walken) alistam-se nas forças armadas para lutar na Guerra do Vietnã. Eles se despedem da família e dos amigos na festa de casamento de Steven e partem para a batalha. Infernal, a experiência separa os amigos e será um trauma na vida de todos, um deles desaparecendo no Vietnã e os outros dois retornando psicologicamente devastados aos EUA. Oscar de Melhor Filme e de Melhor Direção.

18h30 – “Desafio no Bronx”. “A Bronx Tale”. De Robert De Niro (EUA, 1993). 121min. 16 anos. Com Robert De Niro, Chazz Palminteri, Lillo Brancato, Francis Capra.

Lorenzo (De Niro) é um motorista de ônibus corretíssimo que assiste, preocupado, à amizade entre seu filho, Calogero (Francis Capra, aos 9 anos, e Lillo Brancato, aos 17) e o gângster do bairro, Sonny (Chazz Palminteri), num laço que vai ganhando mais força com o passar do tempo. 

13/07 – sábado

14h30 – Os Intocáveis”. “The Untouchables”. De Brian De Palma (EUA, 1987). 119 min. 14 anos. Com Kevin Costner, Sean Connery, Robert De Niro, Andy Garcia.

Na Chicago dos anos 1930, o jovem agente federal Eliot Ness (Kevin Costner) tenta acabar com o reinado do gângster Al Capone (Robert De Niro). Ele recruta um pequeno time de corajosos e incorruptíveis homens, entre eles um experiente policial, Jim Malone (Sean Connery). 

17h – Era Uma Vez na América”. “Once Upon a Time in America”. De Sergio Leone (EUA/Itália, 1984). 229 min. 18 anos. Com Robert De Niro, James Woods, Elizabeth McGovern, Tuesday Weld.
Na década de 1920, Noodles (Robert De Niro), Max (James Woods), Cockeye (William Forsythe) e Jimmy (Treat Williams) crescem juntos cometendo pequenos crimes nas ruas do Lower East Side, em Nova York. Seus feitos vão tomando vulto ao passo que incomodam os violentos rivais. Essas passagens serão relembradas por um já idoso Noodles, que retorna ao bairro para desvendar um enigma. 

Era um Vez na América

14/07 – domingo

14h – O Poderoso Chefão 2”. “The Godfather: Part II”. De Francis Ford Coppola (EUA, 1974). 202 min. 14 anos. Com Al Pacino, Robert De Niro, Robert Duvall, Diane Keaton.
Início do século XX. Após a máfia local matar sua família, o jovem Vito (Robert De Niro) foge da sua cidade na Sicília e vai para a América. Já adulto em Little Italy, Vito luta para ganhar a vida (legal ou ilegalmente) e manter sua esposa e filhos. O poder de Vito vai crescendo, mas sua família é o que mais lhe importa. Nos anos 1950, com o patriarca morto, é o caçula Michael (Al Pacino) quem mantém o legado da família Corleone. Oscar de Melhor Ator Coadjuvante para De Niro.

18h – Touro Indomável”. “Raging Bull”. De Martin Scorsese (EUA, 1980). 129 min.16 anos. Com Robert De Niro, Cathy Moriarty, Joe Pesci, Frank Vincent.

Touro Indomável

Baseado na vida do peso-médio Jake La Motta. Conhecido como “o touro do Bronx”, Jake (De Niro) sobe na carreira com a mesma rapidez com que sua vida particular se degrada, graças ao seu temperamento violento e possessivo, que afeta a esposa, Vickie (Cathy Moriarty), e seu irmão Joey (Joe Pesci). Oscar de Melhor Ator para De Niro.

15/07 – segunda

15h30 –  “O Bom Pastor”. “The Good Shepherd”.De Robert De Niro (EUA, 2006). 167min. 14 anos. Com Matt Damon, Angelina Jolie, Alec Baldwin, Robert De Niro.

Baseado na história de James Jesus Angleton, um dos primeiros chefes da CIA, o filme acompanha Edward Wilson (Matt Damon), sempre discreto e compromissado com a honra. Sua mente afiada e sua crença nos valores americanos o tornam um ideal candidato para o que seria a futura agência de espionagem norte-americana. Mas seu talento não faz dele um marido exemplar e também não o livra de lidar com a tensão política da Guerra Fria, nos anos 1960. 

19h – A Família Flynn”.  “Being Flynn”. De Paul Weitz (EUA, 2012). 102 min. 16 anos. Com Robert De Niro, Paul Dano, Julianne Moore, Olivia Thirlby.
Nick (Paul Dano) é um aspirante a escritor que passa por uma situação instável, inclusive psicologicamente. Ele lida com um passado que conta com ausência paterna e morte de sua mãe. Não só ressentido, Nick também rejeita semelhanças com o pai, Jonathan (Robert De Niro), que também é escritor e, irreverente e mordaz, jura ter concluído uma obra-prima da literatura. Após anos, o pai reaparece, sem teto e mendigando. A relação entre os dois, irredutíveis, não será fácil. 

De Niro

Patrocínio: Banco do Brasil
Curadoria: Paulo Santos Lima

Produção: Fumaça Filmes
Realização: Centro Cultural Banco do Brasil

www.bb.com.br/cultura

Centro Cultural Banco do Brasil Rio de Janeiro

De 26 de junho a 15 de julho de 2019

Rua Primeiro de Março 66, Centro, tel (21) 3808-2020 

Salas de Cinema 1 (98 lugares)  

Ingresso: R$ 5 (meia entrada para todos)