FILME PROMETE APRESENTAR O LADO BOM DE ENVELHECER

0
Foto: (Divulgação/ Crédito Fabio Rebelo)

As gravações de “Aos Olhos de Ernesto” começaram neste mês

Neste mês, deram inicio as filmagens do longa-metragem “Aos Olhos de Ernesto”, produzido pela Casa de Cinema de Porto Alegre, e escrito e dirigido por Ana Luiza Azevedo.

O filme conta a história de um velho fotógrafo – o uruguaio Jorge Bolani – que está ficando cego e tenta conviver com as limitações da velhice. Entretanto, o enredo da obra segue para uma ideia de que ficar velho também pode ser divertido, pois o personagem central passa a perceber que envelhecer não trata- se apenas de conviver com perdas, solidão e falta de saúde, mas também, que é possível divertir-se com a companhia dos seus fantasmas, deliciar-se com as imagens borradas da cegueira e até ser surpreendido pela frescura da  juventude dos outros.

Sobre o elenco, a diretora explica como surgiu a iniciativa. “Bolani era Ernesto desde o primeiro dia em que o encontrei em um café em Montevidéu e, através dele, veio a sugestão e o convite para Gloria Demassi fazer Lucía. A Gabi Poester foi sempre a Bia, ou a Bia foi sempre a Gabi Poester, só faltava ela saber e aceitar. O Julinho é um namoro antigo. Dirigi ele em um dos seus primeiros trabalhos para televisão e ele já era um grande ator. Fico grata por ele aceitar fazer esta pequena e preciosa participação no meio da gravação de uma série de TV. Uma verdadeira participação afetiva. Como são as de Mirna Spritzer, Aurea Baptista, Janaina Kremer, Celina Alcântara e Marcos Contreras, atores que admiro e com quem eu já trabalhei muitas vezes. Mas ainda faltava Javier. Alguns amigos nos indicaram Jorge D’Elia. Convidamos e ele veio passar um dia em Porto Alegre para nos conhecer, e conhecer seu personagem. Foi pouco tempo. Mas um bom ator sempre traz seu personagem na bagagem. E Javier é muito melhor do que eu poderia imaginar. Nestes dias com os atores mergulhando nas páginas do roteiro, os personagens saíram do papel. É, sem dúvida, um dos momentos mais bonitos da realização de um filme”, diz.

Além de Ana Luiza, Jorge Furtado também é responsável pelo roteiro, que ainda conta com colaboração de Vicente Moreno e Miguel da Costa Franco. A Produção Executiva é de Nora Goulart. Já a Direção de Fotografia é assinada por Glauco Firpo; Direção de Arte de Fiapo Barth e William Valduga, a montagem é de Giba Assis Brasil. Quanto aos figurinos, são assinados por Rô Cortinhas. E, por fim, o responsável pela Direção de Produção é Glauco Urbim e o Som Direto é de Rafael Rodrigues.

Veja Também

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here