OS REFUGIADOS POR ELES MESMOS

Exodus – De onde eu vim não existe mais, é um documentário de Hank Levine, com narração de Wagner Moura, que apresenta ao mundo seis histórias de refugiados

Os campos de refugiados abrigam pessoas com diferentes histórias, mas partilhando do mesmo problema: Deixar a sua terra natal. Ao abandonar boa parte de sua história, as pessoas procuram um lugar melhor para ficar e nem sempre as fronteiras estão abertas para recebê-los. Essa é a história que Exodus – De onde eu vim não existe mais conta.

O documentário da O2, com coprodução da Alemanha, acompanha a jornada de Napuli, Tarcha, Bruno, Dana, Nizar e Lahtow, todos eles saindo de seus países de origem e buscando acolhimento em outro lugar. Durante o longa todo o desenrolar de seus destinos será apresentado ao público, mostrando como o nosso mundo possuí diversas fronteiras abertas e fechadas.

Exodus – De onde eu vim não existe mais, tem roteiro e direção de Hank Levine (produtor de “Lixo Extraordinário” e “Praia do Futuro”, entre outros), produção de Fernando Sapelli e Fernando Meirelles (“Cidade de Deus”) e narração de Wagner Moura.

“A pesquisa para o documentário Exodus, foi iniciada em 2008, quando fiz uma viagem ao continente africano, visitando o Senegal para fazer um documentário sobre os senegaleses e outros africanos que estavam embarcando em barcos clandestinos. Voltei ao Brasil e compartilhei minhas experiências com meus companheiros da O2 e foi daí que nasceu o interesse em fazer um documentário sobre um assunto que naquela época ainda era menos agudo do que hoje em dia. A ideia era fazer um documentário que abraça a dimensão global desse assunto”, explica Hank sobre o surgimento da ideia.

Com data de estreia para 28 de setembro, você já pode conferir o trailer agora:

Veja Também

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here