UPGRADE NO BASELIGHT PARA NUKE

A Filmlight, desenvolvedora do software Baselight, fez um upgrade no seu plugin para o aplicativo NUKE, desenvolvido pela The Foundry

A Filmlight, empresa especialista em cores para projetos cinematográficos, apresentará durante o IBC2017, que acontece entre os dias 15 e 19 de setembro, uma nova atualização poderosa do Baselight desenvolvido para o NUKE, software criado pela The Foundry. O plugin foi aprimorado para atender aos requisitos mais recentes dos artistas que utilizam o software.

Com a nova versão do Baselight, o usuário que estiver utilizando o NUKE poderá acessar de maneira muito mais intuitiva as ferramentas disponíveis. Entretanto, o grande poder da nova atualização é conseguir recriar precisamente uma suíte completa do Baselight. Isso só é possível devido aos metadados BLG, que é utilizado para transferir detalhes mais complexos do mundo real.

Construída com as últimas funcionalidades do Baselight 5.0, os fluxos de trabalho colaborativos ficam ainda mais poderosos. Isso porque o arquivo BLG contém, agora, mapeamentos de formatos ao lado dos metadados e informações de espaço de cores, de modo que, mesmo que o grau completo de Baselight use material de múltiplas fontes diferentes, o Baselight para o NUKE combinará os elementos e apresentará as mesmas definições utilizadas.

Isso significa que os elementos individuais de uma animação – rotomattes, relighting, reposicionamento e assim por diante – podem ser classificados de forma independente, com a nota final totalmente replicada para todos os elementos no NUKE. Dessa maneira o colorista pode colocar cores usando uma passagem de albedo (cor plana) e, em seguida, sobrepor com texturas para destaques especulares para combinar iluminação virtual complexa. A funcionalidade de entrada múltipla, juntamente com o novo rastreamento de área de perspectiva, também significa que as substituições de tela ou céu podem ser concluídas de forma simples e transparente.

“Esta nova versão oferece uma maior fluidez no trabalho e estamos muito satisfeitos em poder mostrá-lo no IBC. Para os fluxos de trabalho colaborativos típicos, onde o colorista de Baselight, o editor Avid e o artista NUKE VFX estão trabalhando com os mesmos arquivos localizados centralmente, este é um enorme aumento de produtividade sem aumentar as despesas gerais do projeto. Menos tempo dedicado a localizar, mover e combinar conteúdo significa mais tempo gasto fazendo as imagens serem perfeitas “, afirma Martin Tlaskal, desenvolvedor principal da Filmlight.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here