O filme “As boas maneiras” é o representante brasileiro no 70º Festival de Locarno, na competição internacional do evento

Entre os dias 02 e 12 de agosto, ocorre o 70º Festival de Locarno. Dentre os selecionados a concorrer o Leopardo de Ouro, estatueta entregue ao vencedor da categoria, está o filme brasileiro “As boas maneiras”, que irá participar na Competição Internacional.

“As boas maneiras”, é uma fábula de horror e fantasia que parte do envolvimento de duas mulheres de mundos opostos. Clara (Isabél Zuaa) é uma enfermeira da periferia de São Paulo contratada para ser a babá do filho que Ana (Marjorie Estiano) está esperando. Uma noite de lua cheia provoca uma inesperada mudança de planos e Clara assume a maternidade de uma criança diferente das outras.

Filmado em São Paulo e Barueri, o longa de Juliana Rojas e Marco Dutra, também autores do roteiro, tem fotografia do português Rui Poças (O Ornitólogo, Morrer Como Um Homem, Tabu, Aquele Querido Mês de Agosto, Zama), montagem de Caetano Gotardo (diretor de O Que Se Move e montador de Trabalhar Cansa) e direção de arte de Fernando Zucollotto (Trabalhar Cansa, Um Ramo, Trópico das Cabras). Guilherme e Gustavo Garbato (Quando Eu Era Vivo) assinam a direção musical do filme, além de serem autores da trilha e das canções junto com Juliana e Marco.