LADRÃO TEM HISTÓRIA CONTADA EM DOCUMENTÁRIO

O Documentário produzido por Caio Cavechini e Carlos Juliano Barros, conta a história de Laéssio Rodrigues de Oliveira, o maior ladrão de obras raras

No dia 09 de outubro, durante o Festival do Rio 2017, acontece a première do documentário Cartas Para um ladrão de Livros, de Caio Cavechini e Carlos Juliano Barros. O longa conta a história de Laéssio Rodrigues de Oliveira, considerado pelas autoridades brasileiras o maior ladrão de obras raras no país.

O documentário, que concorre na Mostra Competitiva de Documentários, tem início a partir das cartas trocadas por um dos diretores e o ladrão, nos períodos em que ele se encontrava preso. Ao todo ele já ficou 10 anos preso em penitenciárias de São Paulo e Rio de Janeiro.

Resultado de um projeto de cinco anos, o longa-metragem traça um perfil da polêmica figura de Laéssio, acusado de furtar bibliotecas em pelo menos cinco estados, a partir de depoimentos reveladores, e levanta o debate sobre a preservação da memória do país.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here