“NANO ÉDEN” PRIMEIRO LONGA BRASILEIRO EM REALIDADE VIRTUAL

Daniel Bydlowski irá produzir em Los Angeles o primeiro filme de ficção do Brasil e do mundo em realidade virtual 3D

Texto: Katrine Souza
Imagens: Divulgação

O brasileiro Daniel Bydlowski, doutorando na University of California, nos Estados Unidos, anunciou nesta semana que irá produzir “Nano Éden”. O longa, que teve as gravações iniciadas na segunda quinzena de outubro, terá aproximadamente 65 minutos.

O filme tem previsão de lançamento para 2017 em parceria com a Synaptic VFX – que fez os efeitos especiais de vários filmes importantes como Truque de Mestre 2, Homem de Ferro, Hancock e Alice no País das Maravilhas.

“A realidade virtual está cada vez mais fazendo sucesso aqui em Los Angeles, está até em Sundance, o festival mais famoso daqui e, claro, em Cannes também. Muitos acham que pode ser o futuro do cinema e do videogame, mas o desafio maior dos produtores é achar a linguagem deste formato”, explica Bydlowski.

Sobre o filme:

 

Marido e mulher, Harriet e Peter assinam um contrato quando estão para morrer para terem seus cérebros codificados e serem baixados num computador, lugar em que serão felizes para sempre. O problema é que, para serem realmente felizes, os cientistas apagam várias memórias deste casal, inclusive a de que estão mortos. Todas as memórias que não são felizes são apagadas. No filme, os dois vão passar por vários desafios até descobrirem que estão mortos e acharem uma saída.