1ª EDIÇÃO DO FESTIVAL FIM DESTACA O PROTAGONISMO FEMININO NO CINEMA

0
Foto: (Divulgação\ Festival - FIM)

O evento coloca em pauta a equidade de gênero na indústria cinematográfica

Até o dia 11 de julho, está acontecendo no CineSesc e Espaço Itaú de Cinema, em São Paulo,  a 1ª edição do FIM – Festival Internacional de Mulheres no Cinema. O intuito do evento é discutir a equidade de gênero na indústria cinematográfica brasileira e mundial. Buscando valorizar narrativas construídas por mulheres.

De acordo com a organização do evento, a iniciativa surgiu devido à presença feminina no mercado cinema ainda ser mínima. Pra se ter uma ideia, entre todos os filmes registrados na Ancine entre 2006 e 2016, lançados comercialmente nas salas do país, apenas 17% foram dirigidos por mulheres. Em contrapartida, o setor áudio visual é um dos mais crescentes no Brasil, aumentando cerca de 9% ao ano, movimentando quase R$ 25 bilhões, segundo a Agencia Nacional de Cinema.

“A sigla FIM não surge por acaso. O Festival alinha-se a outras iniciativas pelo fim da sub-representatividade feminina no cinema e demais janelas de exibição. Precisamos lançar luz sobre as mulheres do Brasil e do mundo que estão ocupando dois lugares de poder na indústria do cinema: a direção e o longa-metragem. Celebrar suas obras inspiradoras traz diversidade de narrativas e pluralidade de vozes aos espectadores. Ao reunir estas mulheres, o FIM cria um espaço de fruição, reflexão e potencial de transformação do quadro de desigualdade entre homens e mulheres que vivemos hoje”, afirma Minom Pinho, idealizadora do evento e diretora da Casa Redonda.

Já para Zita Carvalhosa, correalizadora do FIM e coordenadora executiva da Kinoforum, o evento é também uma forma de promover a diversidade feminina. “O Festival estimula o começo de um novo ciclo e a ampliação dos espaços para mulheres de múltiplas etnias, origens e visões”, explica.

A curadoria do festival é de Beth Sá Freire, Juliana Vicente e Andrea Cals. Vale ressaltar ainda que,  nesta a 1ª edição, a homenageada é a atriz Zezé Motta. Já a programação conta com uma seleção de 28 filmes,  conta também com mostras competitivas de longas-metragens, programas que celebram a presença feminina por trás das câmeras e nas telas de cinema, sessões especiais e ações de formação. Para conferir mais informações sobre ingressos e mais detalhes, acesse o site do evento clicando aqui.

Veja Também

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here