DIRETO DA REVISTA: AS GRANDES MULHERES DO AUDIOVISUAL

O universo audiovisual é marcado pelo machismo. Entretanto, grandes nomes do sexo feminino merecem destaque por seus trabalhos, inclusive no mercado nacional

Por Tristan Aronovich

Recentemente o debate sobre a presença feminina e o peso do machismo na indústria de cinema tem ficado bastante acalorado. E com razão: o cinema, a televisão e, recentemente, a Web, por meio de majors como Netflix e Amazon, parecem insistir em não abrir à mulher um espaço que lhes é devido por direito. A maioria esmagadora dos cargos de peso responsáveis por decisões de impacto na indústria (chefes de estúdio, diretores de conteúdo e programação, showrunners, produtores executivos, diretores de produção e diretores de projetos) não apenas continua nas mãos dos homens, como, também, as profissionais do sexo feminino precisam tolerar e amargar salários menores do que aqueles oferecidos aos colegas do sexo oposto.

Aos poucos, porém, esse cenário tende a mudar, não apenas pela discussão escancarada que vem tomando conta das redes sociais e que revelam uma posição organizada do sexo que há muito tempo já deixou de vestir a denominação de “frágil”, como, também, por conta de pioneiras acirradas: mulheres guerreiras que simplesmente não possuem o verbo “desistir” em seus vocabulários e que abrem cada vez mais o caminho para que as jovens de hoje possam sonhar e vislumbrar um mundo onde a igualdade seja uma realidade.

Quer conferir todos os detalhes da matéria? Então você terá que conferir todos os detalhes em nossa revista. Todo o conteúdo, dessa reportagem, poderá ser encontrado na seção ARTE & ATITUDE. Não deixe de conferir! CLIQUE AQUI para ser redirecionado para a nova edição e conferir tudo na íntegra.

Veja Também

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here